Um ano depois do IDAI: Moçambique continua a ignorar os direiros de migrantes climáticos

Um ano depois do IDAI: Moçambique continua a ignorar os direiros de migrantes climáticos

Um ano após o ciclone IDAI que devastou grande parte do centro do país, com mais incidência nas provincias de Sofala e Manica, milhares de pessoas continuam sem tecto e longe das suas zonas de origem. O Programa Mundial para a Alimentação das Nações Unidas (PMA) anunciou na passada quinta-feira, que devido a exiguidade de fundos vai reduzir pela metade os pacotes de assistência alimentar para as 525.000 pessoas que trabalham em projectos de recuperação pós-Idai na província de Sofala,…

Read More Read More

Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma resolve com sucesso mais um caso de conflito de terras

Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma resolve com sucesso mais um caso de conflito de terras

O Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma no distrito de Meconta tem sido um exemplo na resolução de problemas da comunidade, principalmente os ligados as questões de acesso e direitos à terra.  Este comité que é composto na sua maioria por mulheres é reconhecido na comunidade pelo seu dinamismo e capacidade de advocar na resolução de problemas locais. Recentemente o comité foi solicitado para a resolução de mais um problema de conflito de terra. Trata-se de um caso…

Read More Read More

Grupos de poupança em Meconta arrecadaram cerca de 218 mil meticais em 2019

Grupos de poupança em Meconta arrecadaram cerca de 218 mil meticais em 2019

Através dos grupos de poupança e crédito rotativo apoiados pela Livaningo, homens e mulheres de algumas comunidades na província de Nampula têm visto sua capacidade económica aumentada. A título de exemplo, dois grupos de poupança do distrito de Meconta conseguiram no ano passado amealhar cerca de 218 mil meticais. Trata-se do grupo de 21 mulheres de Coma-Coma que arrecadou com a poupança 120 mil meticais, sendo que deste valor, 10.250,00 foram dos juros de empréstimos que foram decorrendo ao longo…

Read More Read More

“Escândalo” nas praias de Inhambane: Livaningo exige suspensão imediata dos planos de exploração mineira

“Escândalo” nas praias de Inhambane: Livaningo exige suspensão imediata dos planos de exploração mineira

Um projecto de exploração de areias pesadas na zona costeira de Inhambane compromete sobremaneira todo este potencial turístico e ambiental que a zona costeira de Inhambane oferece e cria um impacto visual forte, pois as belas paisagens e ambiente deixam de existir para dar lugar a crateras e falta de vegetação. Outrossim, implicará a perda de oportunidades económicas e meios de subsistência de mais de 2, 800 mil famílias pescadoras e camponesas. Leia o artigo publicado na Carta de Moçambique…

Read More Read More

VAGAS PARA EXTENSIONISTAS

VAGAS PARA EXTENSIONISTAS

A Livaningo, uma organização não governamental moçambicana que luta pela defesa do meio ambiente, justiça social e bem-estar das comunidades, está a recrutar quatro (4) extensionistas para desenvolvimento de negócios, para os Distritos de Angoche, Moma, Mogovolas e Nampula na província de Nampula. Funções: Mobilização e engajamento das comunidades sensível ao gênero; Capacitar e formar as comunidades em várias matérias de economia (poupança e crédito rotativo, gestão básica, pequenos negócios); Estabelecer grupos funcionais na comunidade, fazer acompanhamento até a auto…

Read More Read More