Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma resolve com sucesso mais um caso de conflito de terras

Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma resolve com sucesso mais um caso de conflito de terras

O Comité de Gestão dos Recursos Naturais de Coma-Coma no distrito de Meconta tem sido um exemplo na resolução de problemas da comunidade, principalmente os ligados as questões de acesso e direitos à terra.

 Este comité que é composto na sua maioria por mulheres é reconhecido na comunidade pelo seu dinamismo e capacidade de advocar na resolução de problemas locais. Recentemente o comité foi solicitado para a resolução de mais um problema de conflito de terra.

Trata-se de um caso que se arrasta desde 2012 na comunidade de Namige, onde dois irmãos camponeses, Manuel Camuithi e Jorgina Camuithi, disputavam cerca de 23 hectares com um cidadão de nome Manuel António também camponês e residente na mesma comunidade.

O problema centrava-se na falta de limites entre as duas parcelas, pertencentes a estes camponeses, pelo que, na tentativa de resolução do problema, os visados comunicaram o caso ao chefe da localidade e o secretário que depois de algumas tentativas fracassadas, solicitaram a intervenção do comité de gestão dos recursos naturais.

 Este prontamente interviu junto com a comunidade. Depois de algumas negociações foram delimitadas as áreas e foi redigida uma declaração com a demarcação dos limites de cada parcela. O acto foi testemunhado por 14 membros da comunidade.

 Para a presidente do comité, Laura Aliante, as comunidades devem ser unidas na resolução dos seus problemas. Por sua vez, o secretário de Namige, Alfredo Patiola, mostrou-se satisfeito com a resolução do conflito que se arrastava há 8 anos. “Congratulo a prontidão do comité na resolução do problema”, disse.

 

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *