Novo ciclo de governação: “É preciso combater a corrupção e não permitir que os decisores sejam árbitros e jogadores”, advertem ambientalistas

Novo ciclo de governação: “É preciso combater a corrupção e não permitir que os decisores sejam árbitros e jogadores”, advertem ambientalistas

“Por sua vez, Olinda Cuna, Coordenadora de programas na área de recursos florestais na Livaningo, considera que os grandes desafios do sector florestal no quinquénio que ora inicia passam por melhorar na fiscalização e nos métodos de compensação às comunidades residentes nas zonas de exploração florestal, porque as mesmas já estão a ficar frustradas já que maior parte delas ainda não se beneficiou dos proventos oriundos da exploração dos recursos florestais”.

Veja o artigo na integra no link abaixo:

https://www.cartamz.com/index.php/sociedade/item/4415-novo-ciclo-de-governacao-e-preciso-combater-a-corrupcao-e-nao-permitir-que-os-decisores-sejam-arbitros-e-jogadores-advertem-ambientalistas

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *