MEIO AMBIENTE TAMBÉM É VITIMA DE GUERRAS E CONFLITOS

MEIO AMBIENTE TAMBÉM É VITIMA DE GUERRAS E CONFLITOS

Hoje é Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente na Guerra e no Conflito Armado

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), os conflitos armados também vitaminizam a biodiversidade. Além de colapsar as estruturas de normalidade, as guerras paralisam os sistemas de gestão ambiental no exacto momento em que milhares de pessoas lutam para sobreviver. O aumento da pressão por recursos e a ausência de controle são um dos motivos que fazem o meio ambiente uma vítima não publicitada da guerra.

Em 2001, a Assembleia Geral da ONU declarou 6 de Novembro como o Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente na Guerra e no Conflito Armado.

A ONU ressalta a necessidade de reconhecer que o meio ambiente também é vítima das guerras.

“Seja por confrontos ou por queda de governos, os danos causados ao meio ambiente têm consequências devastadoras à saúde e ao bem-estar das pessoas (…) não é um problema novo, mas é um que pode ainda durar décadas”, considera Guterres, secretário geral da ONU.

Moçambique tem sido palco de conflitos armados, facto que coloca uma pressão ao ambiente, causando danos incalculáveis à saúde e ao bem-estar das pessoas que vivem em zonas de guerras.

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *