Refugiados climáticos são uma realidade em Moçambique

Refugiados climáticos são uma realidade em Moçambique

As mudanças climáticas são uma das causas profundas do número elevado de pessoas forçadas a migrar no mundo. Só entre 2008 e 2015, uma média de 26.4 milhões de pessoas se deslocaram anualmente devido a desastres climáticos ou relacionados com eventos meteorológicos extremos. Moçambique não é excepção. Um pouco por todo o país há registo de refugiados devido às mudanças ambientais.

O ciclone Kenneth que fustigou a província de Cabo-Delgado deixou sequelas em algumas comunidades locais que se viram forçadas a emigrarem a procura de melhores condições de vida.

No acampamento de Nanjiwa 2, distrito de Metuge, encontramos vários refugiados climáticos, vítimas do ciclone Kenneth. Sem alegria no rosto, impotente com a situação, Assane João de 33 anos de idade e pai de quatro filhos, lamenta-se da escassez de água no acampamento. “Por causa do ciclone Kenneth saímos duma zona onde tínhamos água para o consumo doméstico. Aqui, por dia, recebemos 10 mil ml de água, o que não é suficiente”, disse Assane lider da comunidade de Nanjiwa 2.

Mas os problemas dos refugiados climáticos em Metuge não se restringem ao drama da falta de água: “por causa do ciclone Kenneth já não tenho nenhuma fonte de sobrevivência . As águas tomaram conta das minhas machambas. Fugi de onde vivia (Nanjiwa 1) há mais de 20 anos e hoje o meu futuro é incerto”, queixou-se Nazera Fernando, mãe de um filho, também acampada em Nanjiwa 2.

Apesar da garantia do tecto no acampamento Nanjiwa 2, há relatos de fome: “estamos há dois meses sem receber alimentos aqui no acampamento. Vivemos à rasca, as nossas machambas foram arrastadas pelo ciclone”, desabafou Elia Moassimbe.

A Livaningo está na província de Cabo-Delgado no âmbito do projecto “Refugiados Climáticos: Impacto das Mudanças Climáticas nas Zonas Costeiras”, financiado pela Counterpart International – USAID).

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *