LIVANINGO CRIA UMA COMISSÃO DE MORADORES NO QUARTEIRÃO 119 NA LIXEIRA DE HULENE

LIVANINGO CRIA UMA COMISSÃO DE MORADORES NO QUARTEIRÃO 119 NA LIXEIRA DE HULENE

É mais uma história de sucesso que revela que a intervenção social da Livaningo em vários assuntos que apoquentam as comunidades tem surtido efeitos positivos na vida das comunidades. Desta feita, a Livaningo sugeriu a criação de uma comissão dos moradores no quarteirão 119 no epicentro da Lixeira de Hulene, visando eliminar o alastramento dos resíduos sólidos pelo bairro Hulene “B”.

Segundo uma das moradoras a criação desta comissão no início deste mês, constitui uma lufada de ar fresco porque “as pessoas deitavam o lixo na via pública, as ruas ficavam bloqueadas e consequentemente o lixo invadia as nossas residências causando várias doenças”, disse Linda Manhique que acrescentou que “foi a Livaningo que sugeriu a ideia de uma comissão para canalizarmos as nossas inquietações às autoridades competentes. Seguimos conforme e estamos satisfeitos com os resultados”.

“Foi uma ideia que tivemos visando criar capacidades locais para a gestão de todos os problemas que preocupam os residentes daquele bairro. Em breve iremos contactar o secretário do bairro para apresentar a comissão e seus objectivos”, disse Cristalina Langa, assistente de programas da Livaningo.

A Livaningo implementou há quatro anos, o projecto “Monitoria da Governação Autárquica no Município de Maputo e Matola, onde criou comités de desenvolvimento local que actuam em diversos bairros em coordenação com a Livaningo, a desenvolver diversas actividades que visam mobilizar e sensibilizar as comunidades sobre o seu papel no desenvolvimento da autarquia, através da participação comunitária nos processos de governação urbana.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *