Produção agroecologia já gera frutos em Malema e Ribaué

Produção agroecologia já gera frutos em Malema e Ribaué

Camponesas dos distritos de Malema e Ribaué começaram a ver os resultados da agroecologia. Os campos de demonstração das práticas de agroecologia já começam a florir. Em conversa com a Livaningo, as beneficiárias mostraram-se bastante satisfeitas com os resultados alcançados.

“O tomate da nossa machamba está a crescer, está muito bonito e não usamos nenhum químico, fizemos repelente natural e adubo orgânico, consoante nos ensinaram no projecto”, disse Donalda Arlindo João, camponesa e membro da Associação das Mulheres Rurais de Namipaua, no distrito de Malema.

No distrito de Ribaué também já se verificam mudanças, Júlia Américo, presidente da associação, afirmou que “na nossa machamba plantamos tomate, cebola e repolho, e estamos com agrado ver a crescer. As plantas estão muito bonitas, apenas necessitam de muita água, porque por estes dias não chove, então temos que regar bem. Daqui a pouco já vamos colher o tomate.

Durante a visita de campo, a especialista do projecto: Direitos da Mulher à Terra e Resgate dos Sistemas Tradicionais de Produção Agrícola, aproveitou a sessão para treinar as mulheres da localidade de Matharia, em repelente botânico; a mistura ensinada inclui folhas secas, sabão, tabaco, piripiri e outros componentes que misturados formam um produto que repele as pragas.

 

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *