Livaningo capacita Comités de Gestão de Recursos Naturais de Nampula em ferramentas para documentação

Livaningo capacita Comités de Gestão de Recursos Naturais de Nampula em ferramentas para documentação

Um total de sete Comitês da província de Nampula e Zambézia, nomeadamente do distrito de Ribaué, Meconta, Murrupula, Malema e Gurué beneficiaram no passado mês de Maio, na Vila Municipal de Ribaué, de uma capacitação de 2 dias em ferramentas para documentação.

Especificamente foram ministradas ferramentas para auxilias as comunidades na produção de relatórios das actividades dos comités, elaboração das minutas das reuniões, e outros documentos. Adicionalmente foi feito um treinamento em pequenos negócios, poupança e credito rotativo e foram disseminadas tecnologias limpas, como de fogão poupa lenha e poupa carvão assim como lâmpadas solares.

Esta iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Monitoria de Transparência na Gestão dos Recursos e tinha como objectivo empoderar os comités na resolução dos seus problemas locais, e dotá-los de conhecimentos e capacidades para o desenvolvimento de pequenos negócios através do uso de alternativas sustentáveis e economicamente viáveis para a melhoria de vida das comunidades.

Por outro lado pretendia se com esta acção discutir junto às comunidades estratégias de advocacia comunitária. Neste ponto documentos de exposição e de posição sobre um assunto da comunidade foram também ensinados, e desta forma fortalecida a capacidade da comunidade para a resolução dos seus problemas.

Para a Livaningo este foi um momento importante para tornar os comités de gestão dos recursos naturais e as comunidades no geral outrora agentes passivos em agente activos e influenciadores de dinâmicas no seu distrito “ao longo dos dois dias do Workshop deixamos ficar ensinamentos para que as comunidades possam ultrapassar a situação de dependência que estes têm para com as organizações da sociedade civil, por exemplo, como elaborar uma carta ou um requerimento às autoridades locais, e foi possível também discutir com estes, estratégias conjuntas para a resolução dos seus problemas” disse Sheila Rafi Directora Executiva.

O comité de Namigonha, beneficiário desta capacitação elaborou uma carta em Junho de pedido de audiência dirigida ao novo Administrador do distrito de Ribaué para expor os problemas e apelo das famílias afectadas pela empresa de eucaliptos Green Resources, e esta comunicação culminou com um encontro no mês de Junho entre Administrador distrital, Representantes do governo, Representantes dos Serviços Distritais e Actividades Econômicas (SDAE)  e as comunidades do povoado de Lancheque, Meparara  e Namigonha.

Comments

comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *